Lisboa icon-chevron-right 18 ideias para sobreviver à chuva em Lisboa

18 ideias para sobreviver à chuva em Lisboa

A chuva dá-lhe uma súbita vontade de hibernar? Damos-lhe ideias bem melhores do que enfiar-se numa toca à espera do Verão
bounce adulto
©DR Bounce
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Sabia que em 2017, Lisboa teve um total de 290 dias sem chuva? Por isso é normal que um alfacinha, de gema ou não, se sinta um peixe fora da água quando começa a chover. Só que não precisa de ficar triste só porque o céu está a chorar. Encare a precipitação com calma e faça planos impermeáveis às condições meteorológicas. Tente passar entre os pingos da chuva com estas ideias que ajudam a, no mínimo, tolerar a precipitação em Lisboa. Quem diria que, afinal, a chuva em Lisboa pode ter os seus encantos?

Recomendado: Sete bares para fugir ao frio e à chuva

 

18 ideias para sobreviver à chuva em Lisboa

1
Zero Latency Renata
Mariana Valle Lima
Notícias, Vida urbana

Teste a pontaria num jogo virtual

Há um novo jogo no Zero Latency, a experiência de realidade virtual imersiva que chegou ao Dolce Vita Tejo no final de 2017. Uma odisseia no espaço depois do apocalipse zombie, mas sempre com um objectivo comum: apontar e disparar contra o inimigo. Fomos experimentar para lhe poder contar tudo e recomendamos que siga o nosso exemplo. Chuva? Nem vê-la.

2
Mid Mod
Fotografia: Manuel Manso
Compras, Decoração

Prepare uma remodelação em casa

Quem é que precisa de contratar um decorador quando tem as melhores lojas de decoração de Lisboa mesmo à mão de semear? Dos candeeiros às cadeiras, do vintage às linhas mais contemporâneas, as novas tendências já espreitam e se a missão dos próximos tempos é mesmo redecorar, então estas lojas são paragens obrigatórias.

Publicidade
3
Chuva
©DR
Música

Siga a nossa banda sonora

Porque ficar em casa com a chuva lá fora a cair é uma das melhores coisas que pode fazer, pelo menos de vez em quando, damos-lhe a banda sonora perfeita. Eis dez canções para dias de chuva.

4
Bounce lisboa
©DR
Coisas para fazer

Salte para aquecer

icon-location-pin Grande Lisboa

Desde que abriu no fim de 2015, o Bounce tem levado à letra o grito que se costuma ouvir em jogos do Benfica: “Tudo a saltar!” Aqui toda a gente salta nos mais de 100 trampolins e até já se inventou uma espécie de jogo do mata nas alturas, o dodgeball. Quem lá trabalha pode recomendar o melhor trampolim para quem procura voos dignos de super-herói, como os do Super Tramp, com cinco por cinco metros, “o preferido dos atletas e ginastas avançados”, dizem-nos. Se a ideia é uma atracção mais à Cirque du Soleil, salte na The Wall, o objectivo é andar pelas paredes e garantem eles que é “mais fácil do que parece”. Prometemos que por mais que chova lá fora, o Bounce nunca mete água. 

Publicidade
5
Davvero
©Duarte Drago
Notícias, Comida

Coma um gelado com álcool

Amarguinha, Saint Germain, spritz, mojito, margarita de maracujá, caipirinha, gin com cardamomo, vodka preta, limoncello, vodka limão, champanhe, ginja. É esta a lista do novo bar do Cais do Sodré. Com uma particularidade: estamos a falar de gelados alcoólicos servidos em cocktails e como shots – é a Davvero, a marca de gelados artesanais italianos, que se estreia num conceito híbrido de bar gelato com uma vitrine com dez sabores de gelados alcoólicos.

6
MAAT
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Cultive-se nos museus da cidade, sem pagar

Há museus completamente gratuitos em Lisboa, e já os listámos aqui, depois há outros que não dão o braço a torcer e onde vai ter sempre de se chegar à frente e abrir a carteira. Mas ainda há um meio termo, aqueles que dão tréguas em pelo menos um dos dias da semana ou do mês, para que possa entrar sem gastar dinheiro. Seja ao sábado, no primeiro domingo do mês ou depois de uma certa hora – há opções para tudo e não há grandes desculpas para não aderir a estas borlas. Está pronto para apontar estas dicas?

Publicidade
7
Altis Grand Hotel
Hotéis

Dê um mergulho numa piscina aquecida

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

No Altis Grand Hotel pode aproveitar para relaxar na piscina mesmo que não esteja lá hospedado, graças do premiado GSpa. Um espaço de 950m2 que inclui piscina coberta aquecida, jacuzzi, sauna, banho turco, salas de tratamentos ou um ginásio. Há planos mensais de acesso ao GSpa, mas há opções para entradas avulso (o chamado Casual Member) que dão acesso a tudo isto por 35€, se for apenas um dia. Há ainda planos para cinco (125€) e 10 acessos (190€).

 

8
cultura portuguesa cafe
Fotografia: Inês Félix
Coisas para fazer

Aqueça-se junto à lareira

Uma lareira serve um duplo propósito: decoração e aquecimento. Em Lisboa, há muitos sinais de fumo fora de casa, entre cafés, restaurantes ou hotéis, em pleno centro da cidade ou à beira-mar. De várias cores, feitios e pujanças, saiba onde encontrar a melhor relação qualidade-lareira na zona da Grande Lisboa. Por isso, tire o casaco (e tudo o que lhe for permitido sem ser acusado de atentado ao pudor) e sinta o conforto lá de casa, mas fora dela. É uma espécie de vá para fora cá dentro, mas com fogo.

Publicidade
9
cultura portuguesa cafe
Fotografia: Inês Félix
Restaurantes

Beba um chocolate quente a sério

Cremoso, com ou sem chantilly por cima, quente e bem docinho. Se o que lhe aquece realmente a alma (e as mãos) é o chocolate numa versão líquida, esta é a altura certa para correr as capelinhas todas em busca de uma chávena de chocolate a fumegar e colocar a gulodice em dia. Aqui damos-lhe uma lista de sítios para beber chocolate quente em Lisboa com um grau de cacau mais ou menos elevado, com rum e até com licor de laranja. Mais ou menos doce, estas canecas são um tiro certeiro para curar todos os males.

Publicidade
11
locked riddles
©Luciano De polo
Coisas para fazer

Feche-se num quarto

Começaram por ser bem reais, e disputados em casas particulares. Na Hungria, em 2008, anfitriões inspiraram-se em jogos como Crimson Room e vá de fechar os convidados numa sala, esperando que conseguissem sair de lá. Não demorou até que o conceito de escape rooms ganhasse outras dimensões. Basta percorrer a Baixa de Lisboa para encontrar diferentes opções, com tramas que envolvem crimes, a Revolução dos Cravos, Fernando Pessoa, os Descobrimentos ou o vinho do Porto.

12
vitória nobre arte, ginásio
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Não desista de fazer ginástica

Do boxe ao treino funcional, há muitos ginásios na cidade onde pode ficar em forma longe das multidões. Liberte o stress da cidade estendido no colchão ou a esmurrar um saco de boxe nestes novos ginásios da cidade. Qual é o seu tipo de desporto?

Publicidade
13
Biblioteca São Lázaro
Fotografia: Ana Luzia
Coisas para fazer

Livros? A biblioteca ajuda-o

Bem-vindo a um arquivo sem-fim de livros, monografias, fonogramas, periódicos e muito, muito mais. Temos museus e recantos municipais, espaços que nos fazem recuar à época medieval e outros que ainda cheiram a fresco. Apresentamos algumas das melhores bibliotecas em Lisboa para pôr na sua lista de "próximos locais a visitar na cidade". Ah, e se ainda está a pensar na palavra "incunábulo" aqui vai uma pequena ajuda: trata-se de um livro impresso nos primórdios da imprensa, com recurso a tipos móveis. Não tem de quê e boas leituras.

14
rage room, smash it, sala de raiva
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Parta a louça toda

icon-location-pin Grande Lisboa

Descarregue a raiva numa sala cheia de equipamentos electrónicos e loiças. Mas como? A partir tudo o que vê à frente num exercício de destruição recreativa. A Smash it, em Benfica, está pronta para o receber. Não pense é que entra ali de qualquer maneira, tem de entrar em campo com um equipamento de segurança: macacão fluorescente, botas subidas, luvas, capacete e um colete-carapaça. Vestido a rigor, avizinha-se a destruição. As armas estão dispostas na parede, e vão desde uma simples panela ao bastão de beisebol, uma marreta ou um ferro. A partir daqui é escolher e começar a aplicar a ira que o invade em garrafas, monitores, teclados, quadros, bibelots, impressoras ou até treinar o jeito para o boxe num manequim de silicone. Tudo sem as consequências prejudiciais que um passatempo destes teria na vida real.

Publicidade
15
Bowling City
Fotografia: Ana Luzia
Compras

Desafie a verticalidade dos pinos

icon-location-pin Carnide/Colégio Militar

Chama-se Bowling City mas tem muito mais do que pistas para maltratar pinos. É a maior sala de jogos de Lisboa, com dois pisos e mais de 2000 metros quadrados de máquinas e o único cinema 5D da cidade – se quer escapar à chuva evite esta atracção, já que os filmes interactivos incluem vento e chuva. O bowling custa a partir de 3,60€ por hora/pessoa para o primeiro jogo e 2,80€ para os jogos seguintes.

Segunda a quinta das 12.00 às 00.00; sexta e vésperas de feriado das 12.00 à 01.00, sábados das 11.00 à 01.00 e domingos até às 00.00.

16
Cinema Ideal
©DR
Filmes

Veja bons filmes no Cinema Ideal

icon-location-pin Bairro Alto

Por aqui já passou o Salão Ideal, o Cinema Ideal (versão 1.0), o Cine Camões e o picante Cine Paraíso. O actual Cinema Ideal, embora numa versão moderna inaugurada em 2014, acaba por ser o mais antigo cinema de Lisboa em funcionamento e a programação tem um especial carinho por produções europeias.

Publicidade
17
Cocktails Time Out Market
Inês Félix
Bares

Ataque um cocktail, ou mais, no Time Out Market

Muda a temperatura, muda a carta de cocktails do Time Out Bar. Apresentamos cinco novidades para acompanhar a nova estação, mas há mais na nova carta. É a colecção Outono/Inverno, por isso não se deixe vencer pelo frio e aventure-se no Time Out Market, onde há sempre muita coisa a acontecer. Pica daqui, pica dali. O difícil vai ser vir embora. Não resista e prova um destes novos cocktails. Se não souber o que escolher, deixe-se guiar por quem sabe e está ali para satisfazer os seus gostos.

18
bingo
Coisas para fazer

Grite 'Bingo!'

icon-location-pin Avenidas Novas

Quando foi inaugurado, em 1986, o Bingo do Belenenses tinha a maior sala da Península Ibérica, com 600 lugares. Por isso não vai ter problemas em arranjar lugar, pegar nas canetas de feltro e começar a riscar cartões. Não deixe de usufruir do esmerado serviço de bar. Está aberto 365 dias por ano faça chuva, ou faça sol, 12 horas por dia.

Lisboa indoor

Casa de Cafés Solposto
Inês Félix
Compras, Alimentos especializados

As melhores lojas de chá e café em Lisboa

Quando terminar de ler as nossas sugestões a balança pode acusar uns quilos extra. Passamos a explicar: é que as misturas de chá e café não seriam as mesmas sem a companhia de bolachas, rebuçados, amêndoas, frutas caramelizadas, doces regionais e outros deliciosos demónios para a linha. Esqueça as preocupações, porque estas casas merecem mesmo uma visita. Grão a grão, ervinha a ervinha, gulodice a gulodice. Siga o nosso roteiro de casas de chá e café à antiga, entre sugestões históricas e espaços mais recentes que dão vida à tradição.  

Pessoas sentadas observam um painel no Museu de Arte Antiga
Fotografia: Arlindo Camacho
Museus

Os melhores museus em Lisboa

Alguns museus ainda funcionam como a arrecadação lá de casa: servem para amontoar tralha. Mas as coisas estão a mudar, a começar pelo impressionante Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia e a acabar na proposta do Governo de fixar a entrada gratuita para quem tem menos de 30 anos de idade. Deixamo-lo com uma visita guiada aos melhores museus em Lisboa, dando razões para redescobrir os clássicos e ideias para explorar colecções surpreendentes.

Publicidade
The Mill
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Os melhores sítios para tomar café em Lisboa

O que era simples tornou-se complexo. As novas cafetarias moem o café na hora e filtram-no através de processos delicados. Foram dias de insónias, mas aqui está a lista dos melhores sítios para tomar café em Lisboa.

More to explore

Publicidade